CentroLuz (1).JPG

IMAGENS COM AUDIONARRAÇÃO

Durante as exposições de fotografia de Marita Oliveira e desenhos de Fábio Passos, a equipe do Museu Vozes Diversas trabalhou para tornar obras visuais acessíveis para as pessoas com deficiência visual.

 
Centro.JPG

SÃO PAULO POR MARITA OLIVEIRA

De 25/12/2020 a 01/01/2021

Marita Oliveira, fotógrafa surda, caminhou por meses pelo centro de São Paulo registrando a arte que emana das contradições da cidade.

Abjeto IV - autorretrato, 2020, 29,7cmx4

ABJETOS POR FÁBIO PASSOS

De 01 a 07/01/2021

Os trabalhos expostos nessa exposição são frutos de uma pesquisa de Pós-doutorado em Artes visuais na Universidade Federal da Paraíba, que tem uma singular relevância para o artista, uma vez que Fábio Passos é paraplégico (cadeirante) e percebe, com nitidez, a cotidiana invisibilidade dos corpos das pessoas com deficiência.  trazem em seu cerne concepções de doença e incapacidade.

IMG-20210124-WA0002.jpg

DOLORES - LEITURA DRAMÁTICA

28/01/2021

Live especial na semana de celebração da visibilidade Trans. 

texto e direção: Marcelo Varzea 
elenco: Daniela D'eon e Fábia Mirassos

1 - O nascimento da rebeldia, 2020, 29,7

DESLINDES POR FÁBIO PASSOS

10 de Janeiro de 2010

A invisibilidade de corpos não hegemônicos nas artes visuais: corpos nus das pessoas com deficiência